Quem me dera…

“Por vezes, quando menos esperamos,
percebemos que o tempo passou.
Já não somos aquilo que eramos
nada é igual, tudo mudou.

Ganhámos muito,
mais do que poderiamos esperar.
Perdemos muito mais,
muito mais do que poderiamos imaginar.

Ao escrever estas palavras,
percebo o que sou.
Já não sou aquele miúdo,
a alma foi-se, só o corpo ficou.

O tempo não volta atrás,
só porque assim o desejamos.
Mas quem me dera ter,
ter outra vez quinze anos.”

Ivo Silva, 2008

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s